Quem Somos
O Que Fazemos
Nossos Parceiros
Como Participar
Despertar na Rede
Voluntariado
Agradecemos seu interesse e disponibilidade em participar de nossas atividades como voluntário!

Lembramos que a prestação de serviço voluntário é atividade não remunerada e não gera vínculo empregatício nem funcional, ou quaisquer obrigações trabalhistas, previdenciárias ou afins, conforme a Lei do Voluntariado Lei nº 9.608, de 18.02.98.

Conheça nosso Corpo de Voluntários!

Solicitamos preencher o cadastro de voluntários e aguardar nosso breve contato.


Nome: Data de Nascimento:
Profissão:
Email:
Telefone:
DDD  Número
Endereço Residencial:
Logradouro: N°.:
CEP: Cidade: Estado:
Área que gostaria de trabalhar no Despertar:
Disponibilidade de horas mensais: Período:
Atuações Anteriores em Voluntariado:
Entidade: Período:
a


Lei do Voluntariado nº 9.608 de 18.02.98

Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade. Parágrafo único: O serviço voluntário não gera vínculo empregatício nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

Art. 2º - O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termo de adesão entre a entidade, pública ou privada, e o prestador do serviço voluntário, dele devendo constar o objeto e as condições do seu serviço.

Art. 3º - O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias. Parágrafo único: As despesas a serem ressarcidas deverão estar expressamente autorizadas pela entidade a que for prestado o serviço voluntário.

Art. 4º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5º - Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 18 de fevereiro de 1998; 177 da Independência e 110 da República.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

Paulo Paiva
 
voltar
 
© 2006 - www.despertar.org.br - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: PWI